top of page
  • Foto do escritorAline Vasconcelos

Como desenvolver Inteligência Emocional na empresa?

Acho que todo mundo já ouviu falar sobre Inteligência Emocional nos últimos anos, não é mesmo? Inclusive, muitas empresas estão priorizando contratar colaboradores com essa habilidade do que colaboradores com alto conhecimento técnico. Sim, em muitas empresas é considerado uma habilidade até mais importante que o conhecimento técnico.


Pessoas com alta inteligência emocional podem ser melhores líderes, gerir melhor suas equipes, como também podem ser colaboradores que interagem melhor entre si, lidam melhor com os obstáculos do dia a dia, atendem melhor os clientes e por aí vai.


Mas, o que é Inteligência Emocional?


A inteligência emocional é a capacidade de reconhecer, entender e gerenciar nossas próprias emoções, bem como a capacidade de reconhecer, entender e influenciar as emoções dos outros.


Ela envolve cinco principais componentes:


1. Autoconsciência: Capacidade de reconhecer e entender suas próprias emoções.

2. Autorregulação: Habilidade de controlar e lidar com suas emoções.

3. Automotivação: Impulso que te faz firme para seguir objetivos com energia.

4. Empatia: Habilidade de entender as emoções dos outros.

5. Habilidades Sociais: Capacidade de gerenciar relacionamentos e construir elos.


5 pilares da inteligência emocional

Por que a Inteligência Emocional é tão importante na gestão de pessoas?


1. Melhora a comunicação: Líderes com alta inteligência emocional são melhores comunicadores. Eles conseguem expressar suas ideias claramente e entender as necessidades e preocupações dos seus colaboradores.

2. Aumenta o engajamento do time: Quando os líderes demonstram empatia e compreensão, os colaboradores se sentem valorizados e respeitados. Isso aumenta o engajamento, resultando em menor rotatividade e maior produtividade.

3. Resolve conflitos de maneira eficaz: A inteligência emocional ajuda a identificar e resolver conflitos no ambiente de trabalho de maneira construtiva. As pessoas se tornam mais abertas ao conflito construtivo.

4. Fomenta a Inovação: Um ambiente onde as emoções são geridas adequadamente encoraja a criatividade e a inovação. Colaboradores se sentem mais confortáveis para compartilhar ideias e experimentar novas abordagens. O medo de errar diminui e a aquela vergonha de falar alguma besteira some.


Como o RH pode desenvolver essa habilidade na empresa?


1. Treinamentos e Workshops: Ofereça programas de treinamento focados no desenvolvimento da inteligência emocional. Esses treinamentos podem incluir atividades práticas, role-playing e feedback construtivo. Aliás, é muito recomendado utilizar atividades práticas.

2. Rotina de Feedbacks: Defina uma rotina de feedbacks como parte da cultura da empresa. Isso ajuda os colaboradores a melhorarem seu autoconhecimento e desenvolver suas habilidades.

3. Liderança pelo exemplo: Treine primeiro seus líderes, pois serão eles que o time irá se espelhar. Quando os colaboradores veem esses comportamentos em prática por meio de pessoas que eles admiram, eles são mais propensos a adotá-los.

4. Monitore e cuide do clima da empresa: Crie um ambiente de trabalho que promova a saúde emocional. Realize pesquisas constantes e crie ações que elevem o clima da empresa.


E aí, fácil? Sabemos que lidar com pessoas é um desafio diário. Conte com a gente para te ajudar nessa missão de impactar pessoas unindo cultura e performance! 💙

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page